Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Notícias

Depois de muitas reviravoltas e peripécias conseguimos que as coisas fossem encaminhadas e agora prosseguem o seu caminho.

O abençoado do TAC afinal estava almadiçoado. Teve de ser repetido três vezes sendo que uma das vezes foi ao fim de semana depois de muita choradeira.

Isto a nível psicológico abala qualquer um. E a minha mãe começava a ver as coisas paradas o que lhe mexia com os nervos. Compreensivel!

Após umas quantas tentativas lá nos mandam ir novamente à consulta no outro dia de manhã. Chegando lá dizem-nos que afinal os TAC só estão prontos à tarde e que o médico faltou. Perguntam-nos se temos disponibilidade para lá ir no dia seguinte mas sem hora marcada.

Chegamos de manhã, fazemos a entrada nos serviços e chamam-nos rapidamente. Mas dão por falta dos TAC. Lá vamos novamente ao serviço procurá-los. E, devo dizer, o serviço é bastante longe. Digamos que fica na ponta oposta do hospital. Lá dizem-nos que os TAC tinham acabado de ser entregues ao estafeta. Voltámos e mandaram-nos esperar que o estafeta chegasse.

Perto da hora de almoço o estafeta ainda não tinha chegado. Fomos comer. Uma sopa à pressa que a vontade de comer não é muita.

2º Parte.

De tarde. Chamam-nos rapidamente. Mal chegamos dizem que falta um relatório num dos TAC que entretanto tinham chegado. Lá vou eu novamente para o serviço responsável cujas funcionárias já não me podem ver à frente. Peço o relatório (digo o nome da enfermeira que já percebi que ela é muito importante para estes lados). Dizem-me que o relatório foi juntamente com o exame. Garanto que não...garantem-me que sim. Estamos neste impasse quando uma se lembra de tirar uma cópia à cópia que fica no arquivo e entrega-ma para dar ao médico.

Quando lá chego acima (e relembro que é na outra ponta), já ela tinha sido consultada. Conversaram com ela, explicaram-lhe o que iam fazer. Ficámos a saber que lhe vão fazer a masectomia. Fica sem maminha e sem uma parte dos gânglios da axila. Porque ainda ninguém nos tinha explicado que afinal eram dois nódulos ambos malignos na mesma mama. Quanto a tratamentos só depois da cirurgia pensarão nisso.

Assim conseguimos resolver as coisas. Ela assinou a autorização à cirurgia, tirou sangue e marcámos já a consulta de anestesia que é amanhã. Se as análises estiverem boas e se tudo correr bem até lá deve ser operada no fim da semana que vem.

Sente-se mais optimista. Esta brincadeira com os TAC fez-nos perder um mês que pode ser precioso. Na ideia dela este mês pode significar o espalhar do mal. Mas os médicos fazem-na ver que não.

Só agora lhe começa a vir o nervoso. Tem muito medo da operação. Até agora andava em choque e só agora com as datas a aproximarem-se têm consciência do que vai acontecer.

Não consigo imaginar a minha mãe sem uma mama. É complicado aceitar isso. Mas sei que isso é o menor dos problemas e que ela vai precisar muito de mim nos tempos que se seguem.

Até lá curtimos o tempo as duas. Tento estar com ela o maior tempo possível. Até porque ela já passa o dia sozinha a matutar. Isso faz com que me descure a mim. Não tenho lido nada, nem tenho tido tempo para mim. Este fim de semana vimos o Mamma Mia. Adorámos. Fartámo-nos de cantar e eu fiquei com uma vontade louca de meter o cd dos ABBA no carro. E porque será que tenho a sensação de que a qualquer altura alguém no trabalho vai começar a cantar como num musical?

Levei a vacina da gripe e, como sempre, fiquei doente. Começou pela garganta e rapidamente se espalhou (agora imaginem este périplo no hospital com as vias respiratórias completamente tapadas e um cansaço de bradar aos céus). Já começo a estar melhor mas continuo cansada e a precisar de dormir. E amanhã lá vou outra vez para o hospital. Ainda não tinha comido um almoço em condições esta semana. O de hoje, bacalhau com natas, soube-me ao paraíso.

Em principio esta semana recomeço a acunpuntura. Com as férias tinhamos parado. E depois com tudo isto não tenho arranjado tempo. Mas preciso cuidar-me.

Bem... por agora é só... devo ter mais notícias lá para o final da semana.

Quero agradecer a todos os que me visitam e peço-vos: informem-se. Há tantas campanhas da laço contra o cancro da mama. Tenham cuidado convosco.

 

Beijos e bons voos!

 

sinto-me: engripada e cansada
música: Qualquer uma dos ABBA
publicado por lytha às 14:02
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De tonymadureira a 25 de Outubro de 2008 às 18:18
Olá,

Passei para desejar um bom fim de semana e um beijo solidário.


Tony


De Borboleta_A a 26 de Outubro de 2008 às 23:11
Ao som de uma qualquer música dos Abba, votos das melhores notícias. Que a alegria volte rapidamente ao vossos corações.
Beijinhos
Borboleta_A


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Twitter

blogs SAPO

.subscrever feeds