Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

Esticar as asas

Hoje estou um pouquinho farta do trabalho. A época não dá muito que fazer e a vontade de férias é maior que qualquer outra coisa.

Aqui sentada, às 14:13h da tarde, com um calor lá fora quase insuportável (para mim), apetece-me voar. Esticar as asas e abandonar tudo em busca de outras paragens (pelo menos um pouco mais frescas).

Os problemas no trabalho vão recomeçar novamente. Nunca juntem alguém corrupto com uma fonte de dinheiro. O resultado é o ministério público envolvido e muitos advogados, cada um a gritar para seu lado.

E eu, no meio, sem poder falar. Apetecia-me gritar, contar tudo o que sei. Mas a responsabilidade e a necessidade do dinheiro imperam. Por isso mantenho-me caladita enquanto percorro estes corredores sem tentar pensar no que se passa, evitando conversas e rezando para que não me chamem como testemunha ao tribunal.

Por isso quero esticar as asas. Estão encolhidas há demasiado tempo. Sinto falta de voar por aí, sinto falta das minhas companheiras de viagem, as fadas. Invade-me a melancolia de me ver presa numa gaiola de ouro. De me ver, princesa, presa numa torre sem cabelos compridos que façam de escada ou cavaleiro andante que derrote o dragão que me aprisiona.

Sacudo a poeira das asas, revivo-lhes a cor e a textura. Sinto o vento na cara e largo-me. Deixo-me ir pelos céus. Toco nas núvens fofas. Vejo o mundo lá em baixo, pequenino. As casas, as pessoas, pequeninos seres lá em baixo que não passam de joguetes nas mãos dos Deuses. E não o serei eu também? Se não passo de uma borboleta que deixa as asas enferrujar pela falta de uso.

Mas hoje não quero saber. Apenas quero voar. Correr os céus e brincar com os pássaros. E esquecer. Esquecer quem me fez mal, quem me magoou. Apenas voar.

E se perguntarem por mim... digam que voei!

sinto-me: A protecção da Lua
publicado por lytha às 14:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Verão

Antes de mais queria dizer a todos que estou muito melhor. Apenas uma pequena sonolência (que começo a achar que é inata) e umas fungadelas (da sinusite), mas de resto sinto-me muito melhor. Aliás sinto-me mesmo alegre e eufórica.... e também não sei bem porquê.

Devo dizer que consegui recuperar o livro quase na totalidade. Falta apenas o prólogo... mas tenho metade dele numa folhinha escrita à mão. A minha Guerreira e melhor amiga guardou uma cópia do que lhe enviei para ler. Obrigada amiga, tiraste-me um peso enorme do peito (é por isso que estou tão alegre, percebem?).

Ora, estamos a a 5 de Julho. O que significa que já estamos no Verão há uns tempinhos. E hoje vou contar-vos como vivo o verão.

Bem... primeiro tenho de vos dizer que detesto o calor. Porque me faz sentir mal. Incho muito (até a pele dos dedos rebentar e ficar com cortes), tenho muito calor, não me sinto bem em lugar nenhum e nenhuma roupa me consegue manter fresca.

Antes de ser medicada eu ia à praia. Vinha de lá como um bicho, apanhava escaldões, fazia feridas na pele e bolhas. Ficava toda vermelha. No ano em que decidi ir à dermatologista tinha estado na praia às 6 horas da tarde, vestida, e mesmo assim fiquei cheia de bolhas e manchas. Depois disso comecei a tomar um medicamento que prepara o corpo para o sol. Eu tenho a pele branquinha e tenho muitos sinais e sardas na cara (que por acaso detesto) por isso imaginam qual a minha reacção ao sol. Agora, desde que fui medicada, até consigo um ligeito bronze. Para isso também ajuda a protecção. Na praia uso t-shirt e pareo, estou sempre debaixo do guarda-sol e só lá vou depois das 18 horas. E uso protector solar 60 (na realidade este ano adoptaram o 50+, espero que seja tão bom como o outro). E no dia a dia tenho de usar protector à mesma e tenho de usar lencinho na cabeça (porque já apanhei um escaldão no couro cabeludo... o que não é nada agradável).

Mas o próprio calor é sufocante. Nunca consegui explicar bem o que sinto com o calor. Costumo tentar dizer que imaginem uma agulha incandescente... agora enfiem essa agulha nas veias e deixem-na percorrer o corpo. Como a agulha está incandescente vai deixando o corpo dilatado e cheio de calor por dentro, um calor que vai de dentro para fora. Isso é o que sinto. Sinto que o calor se infiltra em mim e me consome por dentro, em cada pedacinho do meu corpo.

Agora é facil imaginar porque não gosto do Verão. Mas gosto dos gelados, da piscina (sempre à sombra), e das férias.... dias e dias sem ver o patrão!!

Mesmo assim vou passar sempre uns dias à praia todos os anos. Durante o dia durmo, passeio e à tardinha vou à praia. Porque o ar do mar faz bem à sinusite.

Penso que as outras borboletas que por aí cirandam percebem o que digo. Porque não nos dizem como sentem o vosso Verão?

Um beijo enorme para todos!

sinto-me: Alegre mas com calor
publicado por lytha às 10:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 3 de Julho de 2007

De Volta!

Depois deste pequeno interregno, não por vontade própria, estou de volta. Acontece que o meu computador morreu. O disco rigido foi à vida e perdi tudo o que tinha guardado no pc, algumas das coisas bastante importantes...nomeadamente um livro que andava a escrever.

Ainda ando a dar volta à cabeça de como hei-de recuperar algumas coisas. Principalmente o livro em que a única cópia que existe foi enviado e espero bem que ma devolvam para que eu o possa passar novamente a computador.

Mas problemas à parte tenho a dizer que estou muito melhor. Já durmo o normal, para um adulto, já me sinto muito menos cansada, mais activa, mais alegre e quase pronta para outra (esperemos que não).

Tenho alguns desafios pendentes... mas prometo que assim que arranjar um bocadinho eu trato deles.

Hoje foi só mesmo para dar um olá, explicar o que aconteceu e garantir que estou viva e bem.

Muitos beijos, abraços e palhaços!!

sinto-me: Muito Melhor
publicado por lytha às 14:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Twitter

blogs SAPO

.subscrever feeds