Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Análises

Cá estou de volta depois de um sábado louco em Lisboa para fazer análises.

Lá me levantei cedo... porque o comboio era às 7h40 da manhã. Em jejum, claro.... Quando finalmente chegamos à clinica são 9 horas. Perguntei a um segurança onde me dirigir. Mandou-me ir para o piso um. Chego ao piso um e tiro uma senha para ser atendida. Espero quase meia-hora para que chegue a minha vez. Quando finalmente chega a minha vez sou informada que na clinica existem dois laboratórios a fazer colheitas e que estou no errado (e só descobri por acaso, por estar a meter conversa com a funcionária). Lá desço novamente para o rés-do-chão onde pergunto pelo laboratório certo. Indicam-me uma sala cheia de pessoas. Lá tiro novamente a senha. Descubro que tenho quase 30 pessoas à minha frente e são 10 e 30, mais ou menos.

Lá para as 11h chega, finalmente, a minha vez... imaginem como estava feliz... ali sem comer nada....

Mas afinal não era assim tão simples. As funcionárias não percebem os códigos das credenciais (que parece que variam de distrito para distrito) o que leva a uma grande confusão... e pior... não descobrem o significado de uma análise (na realidade são duas repetidas, eu avisei que a médica de família não se dá com o computador). Perguntam à técnica... a técnica não sabe o que significa. Ligam para a central que, após muito tempo, diz que também não sabe. Pede para enviarem por fax a credencial.... e eu à espera, sem comer e a passar-me.

Lá lhes peço para me anularem essa análise. Eu tinha quase a certeza que tinha sido erro da médica e que o que ela queria mesmo já ia passado por outro médico noutra credencial por isso não havia problema... mas não lhes disse nada disso. Fiz-me de dificil e lá lhes disse para desistirem que eu não fazia a análise. Já eram 11h30 e eu queria era comer.

Concordaram. Fui logo para dentro onde me puseram o cateter (mais conhecido por método buterfly) que permite inserir os tubos e, assim, o sangue passa directamente para o tubo sem mais picadelas. Por aqui ainda se usa a vulgar seringa pelo que teria de ser picada mais vezes. Assim só fui picada uma vez. Não doeu nada, a senhora era boa nisso, mas no entanto ficou negro... talvez de ter lá ficado mais tempo já que deu para encher 6 tubos dos grandes...

Saí dalí cheia de fome e deserta para chegar a um sitio onde comer. Acho que nunca comi uma sandes de fiambre tão depressa (e eu que até nem gosto muito de fiambre!).

Mas pronto... já está feito. Agora é esperar pelos resultados que deverão vir ter a casa. Espero que não se esqueçam de algum (já me aconteceu só mandarem metade).

Acabamos por almoçar por Lisboa e mais tarde vir embora. Cheguei tarde a casa e só me apetecia dormir.

E comer...

Com o organismo completamente desregulado a pedir comida em altura incerta.... E pior... por causa dos balanços dos comboios ando outra vez com dores na coluna...

Ai, ai.... como se sofre...

Agora, de volta ao trabalho e à rotina...

Assim que tiver novidades eu aviso.

Beijos enormes...

 

sinto-me: Cansada e dorida
música: Sem música... preciso de silêncio... para descansar
publicado por lytha às 14:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Novidades

Olá... tenho andado um pouco afastada do blog. O trabalho tem sido muito, não tenho tido nada de novo para contar e ando um pouco cansada.

Amanhã vou a Lisboa fazer as análises que as médicas pediram. Tem sido um stress. A médica de família atrapalha-se um pouco com o computador e não acerta nalguns códigos pelo que faltavam análises. Andámos à pressa a ver as que faltavam para ir tudo direitinho. Acho que por saber que amanhã tenho de ir em jejum ando cheia de fome! LOL

Também já tenho a ressonância magnética, finalmente, marcada. É em fevereiro, daqui a cerca de 3 semanas, em Coimbra. Claro que a vou fazer com anestesia. Mas disseram que era um procedimento muito simples e que podia sair logo. Apenas tenho de estar em jejum antes do exame e, aconselharam, ser acompanhada para não fazer as viagens sozinha.

Tenho um certo receio do exame. É verdade. Mas saber que estarei num sono mais ou menos tranquilo ajuda-me a encarar de frente o desafio. E depois, se volto a aparecer na consulta da neurologista sem ressonância a mulher mata-me!

Ontem fiz asneira. Fui buscar leite sozinha e carreguei alguns pesos. Isto, acrescido ao trabalho aqui, fez com que à noite estivesse cheia de dores nas ancas. Esta dona esclerose está a dar cabo de mim. Logo não dormi bem de noite porque não achei posição e, como tal, além de continuar com dores estou cansada, por não ter dormido.

Hoje vou aproveitar para falar noutra coisa.

Sabem... às vezes acho que sou egoista. Dou demasiada importância às minhas dores. E esqueço-me que há doenças bem piores. Consigo minimamente fazer a minha vida. É certo que por vezes vou cheia de dores para o trabalho, ou muito mal disposta e cansada. Mas consigo manter-me ao de cima e sorrir. Depois penso em todas aquelas meninas e meninos, de todas as idades, que têm doenças bem piores que a minha.

É o caso de uma menina que conheço virtualmente. Ela está à espera de um transplante de coração. Tem de fazer exames durissimos e procedimentos cirúrgicos que só pelo nome assustam. E, no entanto, tem a paciência de escrever no seu blog o seu dia a dia no hospital. E ao ler as suas palavras quase que a vejo sorrir enquanto escreve. 

É verdade que tenho andado preocupada com ela. E também com outra borboleta que recebeu a noticia de que o seu rim tinha sido afectado e que agora tem de fazer uma medicamentação rigorosa e tratamentos no hospital.

E isso fez-me lembrar outras pessoas. Pessoas que conheço nas salas de espera dos hospitais com doenças raras bem mais dificeis que a minha e que sorriem. E penso: sou egoista. É certo que tenho dores... é certo que antes de ser medicada não conseguia fazer coisas simples como agarrar no garfo e comer ou pentear o cabelo (e eu que continuo a insistir tê-lo comprido, mesmo vendo o que me custa pentea-lo).... e tenho momentos que de tão cansada só me apetece dormir e não voltar a acordar... e no entanto... é uma doença que me dá uma certa independência. Posso ir trabalhar, posso sair com os amigos nos dias bons, descansar nos dias maus, fazer certas coisas sozinha.... e é nessa altura que penso que sou egoista... as minhas dores e anseios não são nada comparadas com aquelas doenças que degeneram o corpo e a mente, que roubam a independência de coisas tão simples como tomar banho, conduzir, ou escrever...

E quando penso nisto prometo a mim mesma que vou sorrir mais, vou aproveitar melhor os meus tempos bons (nunca se sabe o futuro) e aproveitar o que a vida me está a dar e as possibilidades que me estão a ser dadas.

Deixo-vos o blog desta menina que vos falo... não é uma borboleta mas merece a nossa atenção porque sabemos o que é viver no hospital, o que é não ter saúde, depender de pequenas pilulas e sorrir.... mesmo quando o mundo nos deixa de cabeça para baixo.

Visitem http://pikenatonta.blogspot.com/ e, já agora, respondam à sua pergunta sobre tipos de sangue. Só uma mera estatística. Demonstrem-lhe o vosso apoio e, já agora, informem-se sobre a doação de órgãos... Nunca imaginamos o quão poderoso o nosso corpo pode ser para alguém que anseia viver.

Um beijo enorme para todas as borboletas, com um beijo especial para a borboleta_A que voltou ao trabalho. Boa sorte amiga!

Beijos e lá vou eu para as análises... depois conto passar o fim de semana a esvoaçar por aí (com muito cuidadinho por causa das dores... prometo). 

sinto-me: Dorida
música: Sem retorno - Marco Medeiros
publicado por lytha às 14:58
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

De volta

Um novo ano começou. Tenho descurado bastante este blog... peço imensa desculpa por isso. Mas por motivos pessoais, profissionais e, principalmente, de saúde as coisas andam alteradas. Agora já estão mais calmas (pelo menos a nivel pessoal e de saúde).

Já estou bem melhor da colite e gastrite que me foi diagnosticada. Começo agora a dar os primeiros passos sem medicamentos. Passos de bebé para ir explorando o mundo e ver se está tudo bem.

Entretanto surgiu um problemazito, esta semana, que me preocupou. Uma hemorragia marota que quis fazer das suas e baralhar-nos. Fiz logo exames de urgência (primeiro pensámos que poderia ser uma baixa de plaquetas) mas afinal veio a revelar-se um desajuste na medicação. Agora bem ajustada já estou prontinha como nova.

Quanto à dona esclerosa sacro-íliaca (que raio de nome) devo dizer que já tenho credencial e só me falta marcar. Mas as dores nas ancas voltaram fortes esta semana. Desleixo meu que vendo-me boa comecei a abusar.

Assim que tiver notícias aviso.

Espero que a entrada neste novo ano tenha sido boa. A minha foi calminha em casa. Deitei-me até bastante cedo e não curei bebedeiras de ninguém (o que é uma novidade).

Para a semana vou fazer o rol de análises que me pediram as dermatologistas e reumatologistas. Já me avisaram que duas seringas de sangue não chegam. Pelo que vou preparada para dar o litro... o pior mesmo é pagar :(

Prometo que não deixo o blog ao abandono... Um beijo enorme para a borboletas e outro grande para quem nos visita.

Bom fim de semana

sinto-me: A ir de mini-férias
publicado por lytha às 15:40
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Twitter

blogs SAPO

.subscrever feeds