Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

Quimioterapia

Olá!

Não tenho escrito muito porque não tenho tido muito tempo. O regresso ao trabalho trouxe bastante que fazer. E na sexta tivemos de voltar ao hospital.

Mas recuemos ainda à semana anterior.

Andávamos a fazer o penso dois dias por semana. Na realidade ela já não tem penso. Tem é uma cicatriz muito feia. O cirurgião pode ser óptimo médico mas é péssimo costureiro!

Ver a cicatriz pela primeira vez fez-me muita impressão... mas agora já se encara de frente e até lhe ajudo a pôr creme. Mas sempre com um arrepio na espinha quando vejo aquele vazio.

Iamos ao hospital apenas para tirar liquido. Mas até nisso ela está com sorte. Além de estar a cicatrizar muito bem ficou sem liquido bastante depressa o que ainda ajuda mais a cicatrização. Mas quando ela entrou para o penso pela última vez deu de caras com um médico, da equipa do cirurgião. Assim sem rodeios disse-lhe logo que tinha de fazer quimioterapia.

Saiu de lá a chorar. Foi a chorar todo o caminho até casa. Chorou os dias seguintes. Estava com esperanças que não fosse preciso fazer quimioterapia e a notícia derrubou-lhe as defesas que fora criando.

Lá a tentámos acalmar também para percebermos o que o médico tinha dito (ela entrou sozinha porque era um simples penso). Mas não soube explicar nada. Apenas que já tinha a consulta de oncologia marcada.

E na sexta lá fomos. Só aí, na consulta, percebemos o que verdadeiramente se passava. Na realidade ela tinha dois nódulos um dos quais muito agressivo. Daqueles nódulos recentes mas que derrubam tudo por onde passam e, por isso mesmo, já tinham contagiado os gânglios da axila. Ela precisa da quimioterapia mais forte para prevenir qualquer célula que lá tenha ficado.

Assim é um ciclo de 6 tratamentos dos medicamentos mais agressivos juntos. Uma sessão de três em três semanas.

A médica foi muito simpática e explicou tudinho. Depois fomos acompanhadas por uma enfermeira do piso que mostrou as instalações e explicou o procedimento. Explicou-nos que a quimioterapia é muita agressiva e que por isso 15 dias após o primeiro tratamento o cabelo começa a cair em grandes quantidades. A isto junta-se as náuseas, a baixa de glóbulos brancos, o cansaço, irritabilidade, modificação do sabor e cheiro da comida, etc...

Antes de cada sessão toma cortisona para evitar qualquer alergia ao tratamento e depois de cada sessão recomendam descanso, comida e comprimidos para as náuseas.

Combinámos que os dois dias seguintes a cada sessão eu fico em casa com ela para ver como se sente.

 

À hora que estou a escrever isto ela está a fazer a primeira sessão. Tomou os primeiros comprimidos ontem à meia noite. Não descansou a noite toda, sempre a pé sem conseguir dormir o que fez com que eu também não dormisse.

Como hoje eu não podia faltar foi a irmã com ela para lhe dar apoio por ser o primeiro dia. Ia cheia de medo. Parecia uma criança com medo do primeiro dia de aulas. E nós estamos aqui ansiosos e temerosos para ver a sua reacção.

Significa, pelas contas, que na passagem de ano já não tem cabelo. Aliás... a própria passagem de ano não será de grande festa pois no dia antes ela tem a segunda sessão. Andamos a ver lenços para a cabeça. Mas não temos jeitinho nenhum e não sabemos que tipos de lenços usar e como os meter correctamente. Andamos a estudar opções.

 

E eu... ando derreada. Bastante cansada e confusa com tudo aquilo que acontece ao mesmo tempo. Tenho de ir ao médico porque as mãos andam a inchar muito e ficam muito vermelhas. Incham até abrir pequenos cortes nos dedos. E ontem quando me fui deitar lá estava a "sacana" da borboleta desenhada na cara. Acho que é o stress. Tenho mesmo de ir fazer as análises que ando a adiar. Mas com isto tudo não tenho tido tempo.

Ontem fizemos a nossa árvore de natal e presépio. Como sempre eu faço a árvore (decorada com bolas vermelhas que representam as maçãs celtas) e ela o presépio. Animou-a um pouco. Um pedaço de normalidade no meio disto tudo.

 

Um beijo enorme para todas as borboletas e para todos os que nos visitam. Um beijo à pikenatonta que continua no hospital com votos de rápidas melhoras.

 

Obrigada por nos acompanharem nestas lutas...

sinto-me: com sono
publicado por lytha às 12:05
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Twitter

blogs SAPO

.subscrever feeds