Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Notícias

Peço desculpa por andar desaparecida. As coisas não têm andado fáceis. Comecei com uma enxaqueca há 17 dias atrás. Havia dias em que não sabia o que fazer à cabeça, com dores tão fortes. Tomei imensas coisas e nada me fazia passar as dores. Fui duas vezes ao hospital onde também não me conseguiram tirar as dores. Mandavam-me descansar...

 

Assim acabei por ir à médica de família, já a saber o diagnóstico...

 

Sou a felizarda detentora de um esgotamento/depressão. Já estou medicada há dois dias com um anti-depressivo e estou de baixa em casa. Farto-me de dormir e as dores estão a melhorar.

 

Passei apenas para dar notícias. Custa-me muito estar ao computador. O cérebro bloqueia e não me deixa fazer nada... nem ler, nem ver televisão. Sinto-me inútil.

 

Prometo depois explicar melhor o que se passa.

 

Beijokas e até breve!

publicado por lytha às 11:08
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

Palavras

Tenho tanto que dizer... e tanto que esconder...

Esta dualidade dá cabo de mim. Ter de fingir perante os outros que estou bem quanda na realidade tenho o coração partido e a alma desfeita.

Não poder contar com as pessoas mais próximas com medo que me julguem... não poder contar comigo porque me chamo a mim própria burra....

As coisas não foram feitas como deve ser. As palavras foram mal ditas e ele ficou a pensar mal de mim... de certeza... mas que burra!

 

Tanto que dizer... as palavras querem sair da boca em catadupa mas não têm ninguém que as ouça...

 

Ando mais calma, é verdade, as ampolas para o tico e o teco estão a fazer efeito. Os livros embriagam-me e fazem esquecer a própria vida. A saúde não me dá verdadeiras preocupações neste momento, tirando os achaques normais, as dores normais e o eterno problema com o calor (agora que o tempo aquece).

 

Mas dentro de mim vai uma revolução. Apetece-me fugir de casa à noite e ir gritar para o jardim, para acalmar a fúria que trago em mim. Dormir com as estrelas, sentir o vento da noite no corpo..... voar.....

Será assim tão dificil voltar a voar? Sinto as asas presas por palavras que não chegam a ver a luz do dia... o corpo preso por palavras... a mente... o coração... a alma....

 

Sinto falta das pessoas. Será que sabem como verdadeiramente me sinto ou o sorriso estampado no rosto faz-las imaginar que estou bem? Até para essas pessoas faltam palavras.

 

E, no entanto, foram as palavras que me traíram.... as palavras ditas de forma errada na altura errada. Foram as palavras que começaram... e são as palavras que têm de acabar com isto...

 

Haja coragem....

publicado por lytha às 15:26
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Twitter

blogs SAPO

.subscrever feeds