Quarta-feira, 3 de Março de 2010

Na mesma.... como a lesma...

Olá,

 

continuamos na mesma incerteza. Os primeiros exames indicaram que não era febre tifóide nem tuberculose. Não sei qual delas a melhor... enfim...

 

Fui à reumatologista já que a médica de família não sabia o que fazer e por isso mandou-me para lá.

A reumatologista diz que estou com um quadro de inflamação reumatológica e disse logo que não gostava do aspecto das minhas mãos. Parece que é retenção de liquidos.

Assim mandou-me fazer mais exames: análises e uma eco aos rins.

A eco aos rins aponta lá um ponto micro qualquer coisa. Talvez um quisto ou uma banal pedra. De resto tudo bem.

As análises só estão prontas para a semana. Fiz testes ao fígado, rins, e mais uns quantos vírus.

 

Quem inventou o teste da urina de 24h devia estar com muita vontade de se rir às nossas custas! Que trabalheira! Enfim... mas lá foi entregue.

Agora é esperar pelos resultados.

 

Ando a precisar de férias. Ando cansada e rabugenta. Até a leitura é aos pouquinhos. Ontem às 20h30 já estava na cama. Dói-me os ossos, os músculos e mais qualquer coisa que não descortino bem.

E irritam-me pessoas que acham que eu é que dou maus hábitos ao corpo e que com um copo fico logo boa. Que tenho de ir mais vezes para a borga....

 

Um beijo enorme e bom resto de semana. Hoje já é quarta, a semana está a meio... iupiii.

 

Beijokas e bons vôos!

sinto-me: Cansada
publicado por lytha às 09:39
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Sandrinha a 14 de Março de 2010 às 00:09
Olá Borboleta,
Dei com o teu blogue de modo acidental, enquanto navegava na internet em busca de relatos sobre tratamento de acupunctura em doentes de lúpus.
É bom ler relatos de outras pessoas com lúpus, saber que não sou a única… Pois só quem tem a doença é que realmente compreende.
Tenho 25 anos e foi-me diagnosticado lúpus no ano passado, no mês de Julho.
Foi como se o chão fugisse debaixo dos meus pés… uma semana antes de ser reencaminhada para reumatologia, li um artigo sobre lúpus…não acredito em coincidências, acredito que tudo acontece por um motivo. Fiquei assustada por ler que os sintomas típicos da doença, eram exactamente os mesmo que eu sentira nos últimos meses. No entanto, quando lembro esses primeiros tempos fico orgulhosa da maneira como reagi, encarei de frente, fui sempre sozinha às consultas e mesmo estando sob o stress de ter de terminar uma dissertação de mestrado e ainda recuperar de uma paixão não correspondida, consegui ser forte e encarar a doença de frente e as consequências que esta trazia.
O meu estilo de vida foi alterado, e devido ao lúpus aprendi a cuidar melhor de mim, a ser mais disciplinada e a minimizar problemas que em certas alturas deixam-no de o ser.

Acredito que o facto de ter esta doença não é por acaso, conforme a Cláudia refere que “Deus nunca dá uma cruz mais pesada que a nossa força”, e muita coisa mudou, eu mudei e a minha percepção do mundo também mudou.

Gostei muito de ler alguns dos teus posts, e sem dúvida que o teu blogue será de leitura assídua da minha parte.

Em relação ao teu post: a urina das 24h…é uma grande chatice!!!! Já arranjavam outro método, não?! :P mas enfim lá terá que ser.
E de facto uma pessoa não ter energia para sair torna-se um pouco frustrante, mais ainda quando as pessoas não entendem… em alturas de algum enervamento da minha parte, para pessoas que sabem que tenho a doença, digo “se tivesses lúpus, compreenderias” não se trata de medo ou de preguiça para sair e viver a vida, mas sim de cansaço e de falta de energia e vitalidade, que por vezes nem uma noite de sono bem dormida resolve… Enfim, mais vale viver um dia de cada vez e não dar atenção nem despender a nossa preciosa energia com quem não compreende, e se há uma coisa que aprendi com o lúpus foi ser económica em termos de energia ;)

Beijinhos grandes e tudo de bom ;)


De lytha a 15 de Março de 2010 às 09:18
Sandrinha, obrigada pela tua visita. Estamos sempre de portas abertas.

É dificil que os outros compreendam a nossa necessidade de descanso. Por isso acabamos apenas por nos rodear de poucas (mas boas) pessoas. Aquelas que nos dão valor.

Um beijo enorme.


De Sandrinha a 15 de Março de 2010 às 20:36
Sim, sem dúvida, poucas mas boas ;)
Vou voltar aqui ao teu cantinho de certeza :)

Beijinhos grandes


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Twitter

blogs SAPO

.subscrever feeds