Sexta-feira, 26 de Março de 2010

Snow

Olá,

 

Obrigada pelas visitas. Têm sido todos muito simpáticos e a darem-me muita força.

 

Neste momento sinto essa força, o que é óptimo. Tenho dormido bem e já consigo estar mais tempo acordada. Já me sinto mais ágil, menos dorida e mais... normal... dentro da anormalidade do nosso corpo e sistema imunitário.

 

As conclusões ainda são poucas. Mas o resultado foi uma resposta.

 

Pergunta: Se já vives com uma doença crónica será assim tão dificil viver com este virus?

Resposta: Não.

 

E essa é a verdade. Uma pessoa já se habituou a ter um corpo condicionado. Já se habituou a não fazer sempre tudo o que quer na altura em que quer. Aprendemos a lutar e a ultrapassar obstáculos. A saltar medos e enfrentar receios.

Apenas temos que reconsiderar novamente algumas atitudes e repensar novamente o caminho que queremos seguir. Alguns sonhos ficam pelo chão. Mas tentamos sempre dar a volta aqueles sonhos que nos preenchem o coração para que não percamos a esperança e a capacidade de sonhar.

 

O virus ainda é um pouco uma incógnita. Vamos aos poucos indo buscar a informação. O que sabemos é que numa pessoa normal é um virus pouco importante. Daria uma leve sensação de gripe. Quantas gripes não tiveram em crianças e sem saberem foi este virus?

Mas em alguém com o sistema imunitário debilitado pode ser uma luta. Todos me dizem: desde que mantenhas o lúpus controlado....

Parece mais fácil de dizer do que fazer, na realidade...

 

Amanhã faz um ano que a nossa querida Snow faleceu. Passou tão rápido. E reparo que ainda me vêm as lágrimas aos olhos. Vem à lembrança a sua doçura. A maneira como contornava a sua doença e mesmo nos últimos tempos, já no hospital e na urgência de um coração novo, tinha sempre uma palavra de carinho e de conforto para mim que acompanhava a luta da minha mãe contra o cancro da mama.

 

Acho que agora há uma novela na TVI que fala de um transplante de coração. Dói-me ouvir a facilidade com que falam nisso. Quantas vezes não pensei que deveria morrer eu para que o meu coração lhe fosse dado. Pois eu que tanto errei estou aqui enquanto ela que era só bondade e doçura partiu.

 

Visitem o seu blog http://pikenatonta.blogspot.com/ e vejam a sua doçura. Leiam as palavras de quem sabia que ia morrer.

 

Um beijo enorme para as borboletas e todos!

 

 

publicado por lytha às 15:30
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Twitter

blogs SAPO

.subscrever feeds