Terça-feira, 13 de Maio de 2008

Os famosos e as doenças

No sábado, dia 10 de Maio, foi o Dia Mundial do Lúpus. Esperei, em vão, que os telejornais, os programas da manhã, as revistas ou jornais mencionassem alguma coisa. Bem podia esperar sentada. Nada de nada. Parece que fomos esquecidos e ostracizados para um recanto da memória onde não existimos.

Por outro lado, ontem dia 12 de Maio foi o dia Mundial da Fibromialgia. Espantoso.... As revistas que comprei no fim de semana mencionavam a doença, uma das revistas mensais de saúde trazia um artigo (muito bem feito) sobre a doença. Os jornais mencionavam-na e os programas da tarde (pelo menos a rtp1) fizeram entrevistas a doentes.

Qual a diferença? Porque deram atenção à fibromialgia e não ao lúpus?

Simples...Por causa dos famosos....

Hoje em dia roupa, marca, carro, discoteca e restaurante que não seja promovido por um famoso é como se não existisse. O mesmo se passa com as doenças. A fibromialgia tem um vulto de peso que promove o esclarecimento, não tem medo de falar em público e acabou de lançar um livro com o Dr. Jaime Branco onde pretende desmistificar a doença. Falo claro da Dra. Maria Elisa. Conheço a senhora em questão pelo que sei o que sofre com a doença, a dificuldade que tem em subir um simples lance de escadas e as noites em que não consegue dormir. Coisa comum também a muitas de nós.

O que eu quero dizer, com esta lenga-lenga toda, é que ter alguém famoso que sofra de determinada doença ajuda na promoção e divulgação da mesma. Ou então se for uma doença da moda. Por exemplo a Esclerose Múltipla. É tema em novelas de dois canais portugueses.

Acho bem que tratem estes temas. Ajuda a desmistificar certas doenças. Mas acontece sentirmo-nos ostracizadas e esquecidas quando passa um dia tão importante para a divulgação da nossa doença e deixam-no passar em branco.

É que, neste momento, a população está mais bem informada sobre a fibromialgia do que sobre o lúpus. E depois acontecem-me casos como o daquela senhora que quando eu disse que tinha lúpus me respondeu: "ah coitadinha... isso é aquela doença dos pretinhos não é?". Pois... confundida com a lepra!

Enfim... acho que falta informação neste país o que nos torna incompreendidas. Se nos mostramos cansadas acham que estamos a fazer ronha. Se temos dores não acreditam. Ainda nos perguntam se o que temos é fibromialgia! Não quero comparar as dores. Aliás o Dr. Jaime Branco disse ontem na rtp1 uma coisa com a qual concordo. Que ninguém pode perceber a dor que sentimos porque ninguém a tem igual. Apenas nos podemos apoiar mutuamente.

 

Talvez nem sequer pensem isso. Talvez achem o contrário. Mas isto é o que eu sinto. E como nestes dias o que eu sinto anda muito em tumulto pode derivar disso. Acontece que ando neurótica. Sempre a caminho da casa de banho a olhar para o espelho a ver se vejo a borboleta na cara. E o trabalho não ajuda. Agora dá-me para chorar. O livro que estou a ler é parar rir e no entanto dou por mim com a lágrima ao canto do olho. O último filme que vi, uma comédia, não acabou do jeito que eu gostava e deu-me para chorar baba e ranho.

Pela Deusa... ou arranjo trabalho novo ou deprimo-me para aqui toda!

 

Beijos grandes que vou procurar novos vôos!

sinto-me: A Precisar de colo
publicado por lytha às 15:29
link do post | favorito
De Aleka@bol.com.br a 31 de Agosto de 2013 às 07:40
Você vai me desculpar, mas esse foi o post mais ignorante (no sentido real da palavra) que já vi a respeito de doenças, como por explo a fibromialgia. Você sabia que a fibromialgia até pouco tempo era completamente desconhecida pelo fato de não ser diagnosticável por meio de exames? E que muitas pessoas sofrem com a doença se, nem saber que ela existe? E que muitos médicos ainda insistem em dizer que fibromialgia é um problema paicológico? Se fizeram com que ela fosse divulgada e conhecida foi porque lutaram por isso...através
de abaixo assinados, caminhadas e muito custo e não porque um famoso ou outro é fibromialgico. Então acho que se você se sente incomodada, ao invés de escrever algo tão repugnante, deveria tirar sua banda da cadeira e correr atras, como os portadores de fibro fizeram,,,o brasileiro esta muito acostumado a ter tudo de mão beijada e reclamar, mas na hora de fazer acontecer continua encostado...então faca-me o favor de estudar mais a respeito ao invés de encher lingüiça num blog com um monte de palavras vomitadas!!


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds