Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

Crise Existencial

Já há uns dias que não passava por aqui. Não por esquecimento mas para pôr as ideias em ordem e, também, culpa do trabalho e das novas tarefas das quais estou encarregue.

Destes dias que passaram... e foram alguns... vou contar-vos um segredo: fiz anos. 26 para ser mais exacta.

Pois é... comecei este blog com 25 anos, e com as dúvidas existenciais dos 25 anos e agora já posso continuar como adulta de 26.~

Mas esta transição não foi fácil, acreditem. Entrei numa verdadeira paranóia existencial e numa crise. Já ouvi falar na crise dos 40, da crise dos 50... agora a crise dos 25 é nova. É que eu, simplesmente, não queria fazer anos. Não queria deixar este número tão significativo na minha vida.

Senão vejamos:

1 - Com 26 deixo de ter acesso ao cartão jovem, o que nos dá uma ideia de que já não somos jovens.

2 - Deixamos de poder comprar bilhete com desconto nos teatros. Por exemplo a companhia teatral do chiado tem um bilhete especial até aos 25 anos (são quase 5€ de diferença). Ou seja agora só nos resta esperar pelos 65 para ter novamente descontos.

3 -  E principal razão... (e não gozem) eu tinha feito muitos planos desde pequenina para os meus 25 anos. Desde adolescente que tinha como os 25 uma espécie de meta, com muitos objectivos que nesta data já estariam cumpridos. E dei-me conta de que com 25, a poucas semanas de fazer 26, ainda não tinha cumprido esses objectivos. E senti-me vazia. Senti-me velha.

Novamente a ideia de não ter tempo para fazer as coisas. De deixar o tempo passar.

Bem... apenas um desabafo para que compreendam o meu silêncio.

Beijos

P.S - Queria agradecer à Borboleta_A que me deixou uma nomeação de amizade no blog dela, bem como a coisas_de_gaja. Obrigada meninas. É uma satisfação saber que sou "ouvida" e que apreciam. Sei que estas nomeações presumem que eu também as faça. Mas prometo que assim que tiver mais um tempinho faço essas nomeações todas.

Beijokas

sinto-me: A superar a crise existencial
publicado por lytha às 14:00
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Ana Costa a 4 de Outubro de 2007 às 14:55
tambem eu quando fiz 26 anos fiquei com medo de ser velha.chorei muito nesse dia porque realmente não estava preparada para passar a barreira dos 25. Foi mesmo a minha meta de transição. Já estava casasa e tinha um filho com 2 anos. Nesse dia dei-me conta de que os anos passam; até aí nunca me tinha dado conta que a vida passa rapido. Prometi a mim mesma que me ia mentalizar da minha idade cada ano que passa-se.Hoje com 43 lido bem com isso porque o que conta é a nossa mente e não o nosso BI. Beijinhos e força


De Borboleta_A a 4 de Outubro de 2007 às 21:40

Acho que deves continuar a estabelecer metas/objectivos na vida, acho que sim que é fundamental... mas que tal não lhe dar prazo?

Penso que a felicidade está aí, procurar alcançar os objectivos mas esquecer a idade, que de facto não é o mais importante...

Beijinhos (Parabéns)


De coisas_de_gaja a 7 de Outubro de 2007 às 21:12
Espera até bateres na barreira dos 30!!! É a melhor fase da nossa vida. Parece que já vivemos metade de uma vida mas ainda há outra metade para ser levada na maior. Ter 30 anos é bom!! Um dia destes vou postar no meu blog o porque dos 30 anos. Talvez te ajude a assimilares melhor essa crise da idade!! Beijocas...


De Jessica- brasileira a 19 de Dezembro de 2009 às 18:31
Olá, querida blogueira ! Aqui do outro lado do atlântico as coisas não são muito diferentes! Estou com 24 anos e já sinto o peso da idade. Parece bobagem visto que somos jovens ainda , mas não é! Nos questionamos sobre o que já alcançamos na vida, se estamos ou não no rumo certo, se temos feito boas escolhas... Além do que é exatamente como vc falou, quando crianças estabelecemos várias metas para os 25 anos porque presumimos que com esta idade já seríamos adultos plenos, casados, com filhos e bem na profissão, mas a realidade é que a nossa geração está demorando mais mesmo para conseguir todas essas coisas. E não somos só nos que nos cobramos a sociedade também nos cobra, muitas vezes nossos pais irmãos, amigos... Adorei te "ouvir", você não sabe o quanto! Este e outros textos que busquei com o título "crise dos 25" me fizeram ficar bem, perceber que é uma crise comum, para todos na nossa idade. Vou te enviar o link de uma reportagem muito bacana também sobre esta fase: http :/ www.abril.com.br /noticias/comportamento crise-25-anos-mundo-opcoes-duvidas-605075.shtml

Parabéns pelo texto e bola pra frente!

Beijos


De Jessica a 19 de Dezembro de 2009 às 18:36
Se quiser me escrever para responder o comentário ou para trocar informações,neste post meu email. Tinha sido indelicadeza da minha parte não ter deixado no post anterior. Beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds