Quarta-feira, 24 de Outubro de 2007

Escuridão...

Ontem lá fui ao hospital. Foram muito simpáticos comigo e atenciosos. Marcaram-me logo uma consulta. Entrei pela "porta do cavalo" como se costuma dizer e fui directamente dar ao chefe de serviço. Tratou de tudo para que seja admitida no hospital e passe a beneficiar de consultas que de outro modo não poderia ter ou teria de esperar anos (as listas de espera são enormes) para um dia vir a ter.

No entanto, à volta para cá a escuridão abateu-se no meu coração. Contagiou a alma e o corpo e enfraqueceu-me o espirito.

Fiquei a pensar que seria mais um rol de consultas, mais um rol de exames, mais um rol de medicamentos. Acho que constatei que será assim toda a vida. Algo que sei mas tento esconder de mim própria.

Perdi-me no caminho até casa e ainda não me achei.

Comecei a pensar em todos os médicos onde já fui, as especialidades, os exames que já tive de fazer. Pensei na minha idade e em todos os médicos a que ainda tenho de ir, os medicamentos para tomar e os exames que ainda farei. E pensei no que estou a perder...

Nas saídas com os amigos que perco porque estou demasiado cansada ou porque não posso apanhar frio. Nas bebedeiras que não pude apanhar por estar a tomar medicamentos. Nas festas a que não fui porque estava internada. E nos amigos que perdi porque não souberam lidar com alguém doente (embora na verdade não se tenha perdido nada porque se revelaram uns incapazes).

Enfim... em tudo o que perdi ao longo da vida. E o pior não foi constatar o que perdi. O que me encheu de escuridão foi constatar o que vou perder por essa vida fora...

E depois lembrei-me de esse sentimento que guardo dentro de mim por outra pessoa a quem não me permito amar. Porque ele é inocente. Porque ele não tem que arcar com as consequências.

Que futuro lhe estaria a dar? Se ele tivesse de perder algumas coisas boas da vida para me acompanhar? Ele não é obrigado a dar-me a mão, não é obrigado a secar-me as lágrimas. Como dar a alguém um futuro incerto?

E os dias em que chego demasiado cansada a casa que não tenho forças para fazer o jantar? E os dias em que tenho demasiadas dores e não consigo fazer coisas simples como pentear-me ou cortar a comida para a levar à boca? Serei cruel ao ponto de sujeitar uma pessoa a isso, a essa realidade?

Não consigo. É por isso que continuo sozinha nesta estrada... porque tenho medo do futuro.

Sim... é verdade. Talvez tenha o meu coração negro demais. Mas há alturas em que a pedra do caminho me parece maior do que aquilo que consigo aguentar. E nessas alturas não me consigo levantar de tão grande que foi o trambolhão.

Desculpem... mas é apenas um desabafo...

Neste momento tenho as asas feridas. Sei que tenho de me levantar por mim própria, curar as feridas e voar. Mas de momento o céu está negro demais e as asas doridas. Não sei se consigo voar. 

sinto-me: A desfolhar na escuridão
publicado por lytha às 14:15
link do post | favorito
De Borboleta_A a 25 de Outubro de 2007 às 21:17
Não tenhas medo de amar...

És uma vencedora com tudo o que tens passado na tua vida... não desistas agora, segue o teu coração. O amor fortalece-nos.

Cuida-te.
Um grande abraço


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.Twitter

blogs SAPO

.subscrever feeds