Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Viver

Quando comecei este blog queria que fosse um diário de como me sentia. De como é a vivência de alguém que tem de pensar duas vezes antes de agir para permitir que o corpo a acompanhe.

Mas não podemos pensar na doença todos os dias. Temos de nos tentar divertir e viver. Este fim de semana diverti-me. Já não saía com a minha prima há muito tempo. Corremos os bares e, por momentos, quase se esquecem as recomendações do médico. Quase! Porque na hora de pedir a bebida lá têm de ser os suminhos e a águinha porque os medicamentos não permitem álcool. Valem-nos a imaginação dos empregados que fazem coktails sem álcool muito coloridos e apelativos.

Conversámos bastante. Sobre a nossa vida, o que esperamos. Mas sem medos. Naquela da cumplicidade e diversão.

Claro que para poder ir ao bar no sábado à noite tive de ignorar o corpo que pedia descanso. Tem a estranha mania de pedir descanso em alturas erradas. É o que mais me chateia e surpreende. Posso ter um dia super-atarefado e mesmo assim chegar ao fim do dia com energia para tudo e mais alguma coisa. E posso ter um dia super calmo e chegar ao fim do dia cansada, como se tivesse andado a acartar coisas todo o dia.

Ando numa fase dessas. O corpo só pede descanso, a cabeça anda com a mesma dor há uma semana. Já não há massagem que resolva. É uma dor moinha que se instalou e disse: daqui não saio, daqui ninguém me tira!

Mas ignorei-a e fui curtir a noite.

De vez em quando é preciso estes pequenos mimos que nos fazem lembrar que somos jovens, e pessoas, e não uma doença ambulante.

Descobri que não vivi a minha adolescência porque deixei que o medo tomasse conta de mim. O medo de me magoar, de piorar, etc... Bem diz a minha mãe que agora é que estou a viver a adolescência. Conclusão: queixa-se que tem dois adolescentes em casa, um com 16 anos e outra com 25! LOL!

Mas sou uma eterna adolescente com muito juizo!!!

Um beijo de alguém que hoje se sente muito cansadita e a quem o corpo pede uma pausa e um mimo!

Até já!

 

sinto-me: Cansadita
música: Simon Webbe - After all this time
publicado por lytha às 16:01
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Tg a 23 de Maio de 2007 às 18:48
Gostava de escrever algo que te animasse…
Mas no fundo acho que não precisas disso, pareces-me ser alguém de muito forte.
E com muita vontade de viver, tudo o que a vida te reserva (e tudo isso em pé na 1ª fila, não refastelada num camarote longínquo) … Por isso, aqui ficam as minhas “forças virtuais” para aqueles dias em que o corpo não segue… Bjo

PS: Se quiseres desanuviar um pouco, visita o meu blog…é uma escrita “ligeira e algo fútil” (exactamente o que precisas, para te distraíres (quando não tiveres mais nada de importante para fazer, lógico)). Bjos, novamente…


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Férias

. Olá

. Snow

. Resultados....

. Na mesma.... como a lesma...

. A incerteza....

. Borboleta

. Novo Ano

. Feliz Natal/Yule

. Vacina da Gripe A

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds